4 novidades em análise de crédito que você precisa conhecer

O mercado vem passando por um processo de importantes mudanças e grandes transformações, seja em relação à efetividade de suas operações e registro, seja na forma como a análise de crédito é feita, com o objetivo de atingir, cada vez mais, melhores resultados.

Um dos fatores responsáveis por isso é, sem dúvida, a tecnologia, que se tornou um instrumento fundamental para que o setor financeiro realize os seus processos de forma eficiente.

Inicialmente, essa tendência tem sido sedimentada pelas fintechs e pelas instituições financeiras tradicionais que resolveram investir em novos modelos de atuação, principalmente no que diz respeito aos processos de análise de crédito, em que é necessário ferramentas eficientes para a segurança dos recursos das companhias.

Há uma série de tendências no mercado que prometem tornar esse serviço mais rápido e prático para as empresas, e, neste texto, vamos apresentar algumas delas. Acompanhe!

4 inovações em análise de crédito

De fato, a inadimplência é um problema que resulta em uma série de prejuízos para qualquer empresa. Ter clientes que não pagam, prejudica muito seu orçamento, causando a necessidade de ir atrás de empréstimos e outras concessões de crédito para enfrentar o dia a dia. No nível mais grave, a empresa pode ter que fechar as suas portas.

A boa notícia é que há uma série de inovações no mercado que podem auxiliar nesse quesito, melhorando a possibilidade de avaliação de crédito. Aqui, selecionamos 4 novidades que consideramos importante que você conheça. Confira!

1. Dark Analytics

O Dark Analytics é um tipo de análise de dados com grande potencial de processamento. Aqui, as informações, tanto as organizadas quanto as desordenadas, são combinadas a fim de explorar os seus pontos em comum e tornar a análise mais abrangente.

A captura de dados é tão completa que é possível captar informações de lugares como a deep web para fazer as análises. É uma ferramenta muito interessante capaz de fornecer estudos completos do setor financeiro da empresa. Inclusive, proporcionando a visão sobre lucros e riscos de conceder crédito, ou mesmo, para compreender melhor o mercado.

2. Big Data

Talvez essa seja umas das tendências mais conhecidas quando o assunto é inovação. O Big Data é uma poderosa ferramenta para o armazenamento de dados. Ele se baseia em 5 princípios: volume, veracidade, variedade, velocidade e valor.

Para o mercado financeiro, ele tem sido um divisor de águas, auxiliando a maneira como as informações são processadas e no sentido da análise de crédito, ele pode auxiliar em diferentes situações como:

  • controle de fraudes — é uma ferramenta capaz de mostrar qualquer tipo de incoerência quando o assunto é comportamento financeiro. Imagine poder se precaver em relação a um cliente que já tem um histórico de ser um mau pagador. Com o Big Data, é possível obter essa informação de forma antecipada e evitar que a empresa sofra danos;
  • melhores análises — o Big Data tem uma grande capacidade para averiguar operações, avaliando os algoritmos e trazendo informações a respeito dos padrões de compra dos consumidores — informações que podem ser cruciais para a gestão financeira tomar decisões e definir as próximas estratégias;
  • relação com o cliente — inevitavelmente, com os dados fornecidos por essa tecnologia, saber sobre o comportamento do cliente ajudará a empresa a criar estratégias mais acertadas, podendo elaborar planos que realmente visam trazer boas experiências para o consumidor.

3. Omnichannel

Chamamos de omnichannel a capacidade de conectar diferentes canais de comunicação on-line e offline com o objetivo de melhorar a experiência do usuário. No caso da análise de crédito, é inevitável encontrar formas de se aproximar do consumidor que não sejam invasivas para que não acabe afastando-o.

As estratégias que visam o omninchannel são uma forma de melhorar a relação entre cliente e empresa. Aqui, é possível, por exemplo, fazer uma compra a prazo pessoalmente e quitá-la pelo celular, proporcionando ao consumidor a chance de entrar em contato com a empresa de qualquer lugar, como lojas virtuais, físicas, pelas redes sociais etc.

No caso da análise de crédito, é possível entrar em contato por e-mail, enviando um boleto digital para facilitar o pagamento, ou mesmo, um link para ativar o débito automático. Também, o sistema envia SMS indicando que a dívida está vencendo, assim, evita-se que o cliente atrase o pagamento.

4. Plataformas

Plataformas 100% digitais são uma tendência utilizada por diferentes instituições financeiras, desde bancos a fintechs, oferecendo seus serviços de uma maneira prática e eficiente. Tudo em um só lugar, auxiliando a melhorar a experiência do cliente.

No caso da concessão de crédito, hoje, já é possível encontrar empresas com portais de negociação em que o consumidor inadimplente pode escolher um plano que melhor se adapte à sua situação. Além disso, existem as plataformas multicanais, onde há diferentes maneiras de comunicação e negociação tudo em um só lugar.

O único entrave é que para que essa estratégia funcione 100%, é preciso que o consumidor procure essas plataformas de negociação por conta própria. Ou seja, as empresas que contam com clientes endividados devem planejar maneiras de atraí-lo, como mandar e-mails, SMS, ou fornecer descontos para que ele feche um acordo.

Conclusão

As tendências para o setor financeiro, principalmente, da análise de crédito, se mostram bastante positivas, à medida que cada vez mais surgem ferramentas tecnológicas com o objetivo de melhorar a relação do cliente com a empresa, proporcionando um salto de qualidade nos serviços oferecidos.

Dessa forma, podemos observar que existem facilidades tanto para se precaver ao comportamento inadimplente quanto para incentivar o consumidor a pagar as suas dívidas, já que diferentes canais são utilizados para a comunicação.

Esses meios chegam ao usuário tanto para comunicar a existência da fatura como para fornecer as possibilidades de pagamento, de forma que não haverá mais impedimento para que o débito seja quitado, oferecendo a empresa tranquilidade para continuar com as suas operações.

Esperamos que este texto sobre a análise de crédito e as novidades para esse setor tenha esclarecido um pouco sobre o que esperar do futuro. Se você gostou do nosso artigo, não esqueça de compartilhá-lo com os seus amigos! Com certeza eles também gostarão de saber sobre essas novidades!



Deixe uma resposta