Negocie aqui

Whatsapp Whatsapp E-mail E-mail Ligue Ligue 0800 721 6001 Negocie online Negocie online 2ª via de boletos 2ª via de boletos

Big data no mercado financeiro: entenda as oportunidades e desafios


Big data no mercado financeiro: entenda as oportunidades e desafios

O Big Data no mercado financeiro é mais do que uma simples ideia: é uma realidade. Trata-se de análises de dados, métricas, softwares e uma série de mecanismos que pertencem ao seu universo e que, nas últimas décadas, têm se mesclado com as práticas financeiras, trazendo mais capacidade de resposta e ajudando na tomada de decisões.

No entanto, mesmo que não seja nenhuma novidade para o meio empresarial, é possível que muitos não entendam a sua dimensão. Segundo a IBM, são produzidos diariamente 4,5 quintilhões de bytes. Tantos dados não poderiam existir se não houvesse algo como o Big Data.

Pensando na sua importância, neste texto, vamos falar sobre a influência que essa ferramenta tem no mundo empresarial. Confira!

Como funciona o Big Data na área financeira?

O foco do Big Data é processar um alto volume de dados de uma maneira eficaz e segmentada. Para isso, foram definidos cinco processos que funcionam como um guia para análise de informações. Eles são:

  • volume: está relacionado à quantidade de dados gerados no meio digital diariamente. O Big Data é capaz de processar grandes volumes de informações;
  • velocidade: corresponde ao tempo em que os dados levam para serem gerados e coletados. A tecnologia do Big Data é capaz de analisá-los assim que são criados, sem a necessidade de armazenamento;
  • variedade: condiz com a diversificação de dados produzidos. O Big Data é capaz de administrar informações estruturadas ou não sem a obrigação de separá-las;
  • veracidade: muitos dos dados gerados não são válidos para a empresa, isto é, podem representar uma informação irrelevante. O Big Data auxilia a analisar quais são;
  • valor: as informações avaliadas e estruturadas devem ter um valor para a empresa. A tecnologia do Big Data ajuda a empresa a avaliar quais são os dados úteis.

Como essa tecnologia está impactando o mercado financeiro?

Muitos dos processos da área financeira têm uma relação direta com a administração de diferentes informações. São números, cálculos e informações bancárias que fazem parte desse universo e que são essenciais para o dia a dia da empresa.

Nesse ponto, investir em uma tecnologia como o Big Data é garantir uma maior capacidade de lidar com esses dados, além de algumas vantagens em relação à gestão. Vamos entender mais a seguir!

Avaliação de risco

Com as informações capturadas e analisadas, é possível para a empresa terá uma melhor noção de risco de suas iniciativas perante os seus clientes. Isso porque, ela analisa um panorama de diferentes fatores do setor, como histórico financeiro, comportamentos suspeitos, fraudes, perfil econômico, etc. Logo, pode-se ter um panorama completo sobre as possibilidades de risco de determinado consumidor.

Controle e redirecionamento dos custos

O setor financeiro não pode apenas se preocupar com o perfil do cliente: ele também é responsável pela administração dos recursos da empresa. Direcionar o dinheiro para os setores certos, controlar os gastos, entre outras iniciativas, são sua responsabilidade.

Mas como entender qual é a melhor estratégia ou até mesmo se o que foi planejado funciona? A gestão de dados é uma grande fonte dessas informações, trazendo mais certeza na hora de lidar com essas questões.

Personalização dos produtos e serviços

O uso do Big Data nos processos financeiros permite uma versatilidade ao definir estratégias de vendas. As informações coletadas oferecem à empresa um conhecimento maior sobre quem consome seus produtos e serviços, abrindo caminho para entender os consumidores e desenvolver produtos personalizados, ou seja, pensados para atender às necessidades deles.

Quais são as principais oportunidades e desafios para área financeira?

É claro que, ao implementar uma tecnologia como o Big Data, é preciso entender que há muitas vantagens, mas que, durante o processo de efetivação, há alguns desafios. A seguir, vamos apresentar tantos os benefícios, quanto as dificuldades do Big Data para área. Continue!

Oportunidades

Entre as oportunidades do Big Data para as finanças, estão:

  • rapidez nos processos manuais: com a integração de dados, muitas das atividades manuais não só ficam bastante organizados, como têm alguns de seus processos automatizados, aumentando a sua agilidade;
  • prevenção de fraudes: aqui, há um trabalho em conjunto com os processos de machine learning. As informações são padronizadas de forma que é possível avaliar modelos de comportamento e se antecipar perante as fraudes;
  • insights do mercado em tempo real: nesse caso, destacamos o mercado de ações, que é bastante instável e cheio de reviravoltas. Ter um sistema como o Big Data, capaz de analisar e monitorar em tempo real as suas tendências, é a chance de descobrir grandes oportunidades.

Desafios

Como nem tudo são flores, os desafios existem e precisam ser avaliados no processo de implementação do Big Data. Vamos entender quais são alguns dos principais desafios a seguir:

  • falta de atualização: algumas empresas não contam com as ferramentas necessárias para implementar uma tecnologia como o Big Data. Falta não apenas atualização, mas otimização e capacidade de integração;
  • pouca capacidade de lidar com os dados: para melhor aproveitamento da tecnologia, é fundamental que a empresa tenha processadores e equipamentos que comportam suas necessidades. É preciso que eles sejam ágeis para suportar os processos de captura, armazenamento e tratamento das informações;
  • confiança dos clientes: por fim, lidar com dados é também encarar uma questão importante, que são os direitos de uso dessas informações. Com leis como a LGPD é cada vez mais necessário que a empresa tenha capacidade de tratar esses dados com segurança e garantir isso para os seus clientes.

Falamos até aqui sobre as principais características do Big Data no mercado financeiro. É importante analisar como essa tecnologia traz uma série de vantagens para o setor, ajudando a empresa a ter um melhor controle de seus dados, além de aumentar a capacidade de realização — principalmente por garantir em tempo real acesso a informações devidamente selecionadas e validadas.

Dessa maneira, o setor tem mais certeza na tomada de decisões, se previne perante os riscos e tem mais oportunidades para os insights.

E aí? Gostou de saber mais sobre o Big Data no mercado financeiro? Então, compartilhe com seus amigos!