Inovação tecnológica no financeiro: impactos nas atividades do CFO

A inovação tecnológica do setor financeiro é um fato que já não se pode deixar para o segundo plano. Independentemente do tamanho da empresa, são necessários investimentos em melhorias digitais se querem sobreviver e ter um melhor desempenho financeiro.

Segundo pesquisa feita pelo Serasa Experian, 25% dos empreendimentos brasileiros estão inadimplentes. Os motivos são diversos, mas uma coisa é certa: há falta de gestão financeira.

A verdade é que, sem as ferramentas tecnológicas, é muito difícil lidar com qualquer processo financeiro hoje em dia. Isso quer dizer que essa falta de controle com as contas pode ser reduzida se essas companhias investirem em mais inovação.

Sendo assim, neste texto, resolvemos explicar um pouco melhor quais são as ferramentas e o quanto o investimento em tecnologia pode auxiliar o setor financeiro de um negócio.

O que são ferramentas tecnológicas financeiras?

Todos os dispositivos ou iniciativas capazes de processar e analisar dados financeiros, ou mesmo otimizar as atividades relacionadas às finanças, podem ser considerados ferramentas tecnológicas.

Esses instrumentos são fundamentais para ajudar na previsão de receitas e despesas, fornecendo informações para os gestores e reduzindo os riscos ao automatizar processos que antes eram feitos por pessoas.

Quais as principais ferramentas para a inovação tecnológica do setor financeiro?

À medida que a tecnologia se torna mais presente na vida das empresas, diferentes dispositivos são desenvolvidos para facilitar as rotinas. Aqui, selecionamos alguns nomes fundamentais para a gestão financeira.

Sistemas ERP

Talvez uma das mais conhecidas ferramentas quando falamos de gestão, os sistemas de ERP não são exatamente uma novidade. Porém, ao longo dos anos, esses softwares passaram por inovações que simplificam e muito o trabalho do setor financeiro.

Um exemplo é a capacidade de emitir NF-e. Muitos desses sistemas conseguem não só gerar, como se integrar às secretarias de fazenda, facilitando a comunicação e o envio desses documentos com rapidez e praticidade.

Software de inteligência artificial

Uma das grandes inovações em termos de processos tecnológicos é a integração da inteligência artificial a determinadas ferramentas — é o caso das redes neurais, por exemplo.

Elas são sistemas baseados no funcionamento dos neurônios humanos e em como as conexões cerebrais operam. Portanto, essas estruturas são capazes de aprender, armazenar conhecimento e usá-lo de forma muito semelhante à humana.

Isso significa que essas redes não se baseiam em comportamentos programados; elas são capazes de responder de formas diferentes a um mesmo estímulo. É uma tecnologia bastante utilizada para melhorar o relacionamento com o cliente, criando um atendimento personalizado e interativo.

Computação em nuvem

A tecnologia da computação em nuvem, junto à inteligência artificial e à internet, representa grandes inovações para a maneira como se efetuam e gerenciam os processos empresariais.

Ainda se tratando da nuvem, a possibilidade de armazenar online qualquer tipo de dado e acessá-lo de qualquer lugar com rapidez traz diferentes vantagens para a gestão financeira, melhorando a administração das informações e diminuindo a necessidade de lidar com arquivos físicos.

Biometria

Outra grande inovação é a biometria, que vai muito além da utilizada pelos caixas eletrônicos. Estamos falando da possibilidade de usar essa tecnologia para combater fraudes financeiras.

É possível obter sistemas tão poderosos de monitoramento que por meio da identificação biométrica conseguem checar informações e comprovar se o cliente é realmente quem ele diz ser em questão de minutos.

Sistemas de cobrança automatizada

Sabemos que a cobrança, de uma maneira geral, é uma tarefa complicada. Há sempre possibilidades de prejudicar a relação com o cliente e ainda não obter o resultado almejado.

Contudo, hoje em dia já existem sistemas que facilitam alguns processos que envolvem o pagamento. Ferramentas que simplificam atividades que vão desde enviar mensagens automáticas, lembrando sobre o débito, até a geração de boletos automaticamente.

Quais são os benefícios do uso dessas ferramentas?

Podemos afirmar logo de início que um dos grandes benefícios que essas ferramentas trouxeram foi a melhoria nas métricas de avaliação.

Elas estão mais alinhadas com os propósitos das empresas, já que há mais possibilidades de captura e organização de dados, facilitando a tomada de decisões. Além desse grande benefício, existem outros que separamos a seguir.

Controle de estoque

O estoque é uma parte da empresa que compete a diferentes setores. Se faltarem mercadorias, o operacional e o de vendas podem ficar sem trabalhar, consequentemente, o financeiro perde lucro. Sendo assim, é fundamental manter essa área sob controle.

As ferramentas tecnológicas oferecem uma ampla visualização das peças do estoque em tempo real. A gestão saberá o quanto há de determinada mercadoria, o que falta, a validade dos produtos, dentre outras informações, evitando assim desperdícios e erros na hora de mensurar o seu estoque.

Integrações com diferentes sistemas

Outro benefício está na capacidade de integração com diferentes sistemas. A equipe tem a facilidade de enviar documentos fiscais para os órgãos públicos diretamente de um software de gestão. Ou mesmo obter integração para gerar títulos de cobranças de diferentes instituições bancárias em apenas alguns minutos.

Melhores relatórios

Os sistemas ERP não só ajudam a capturar e a organizar os dados, eles também têm funções como a geração de relatórios. Com uma ferramenta dessas, o setor responsável pelo financeiro tem várias oportunidades de criar diferentes documentos fundamentais para os processos financeiros.

Um exemplo é o DRE (Demonstrativo do Resultado do Exercício), um relatório essencial para calcular os rendimentos líquidos da empresa e que é obrigatório para contabilidade.

Mais produtividade

A rapidez para efetuar processos é uma vantagem bastante interessante. Porém, podemos destacar também a possibilidade de realizar diferentes tarefas ao mesmo tempo. Por exemplo, com o uso de um sistema ERP vinculado à nuvem, a equipe consegue acessar um mesmo relatório de diferentes dispositivos e de qualquer lugar trabalhando, assim, simultaneamente.

Neste post, conhecemos algumas das principais ferramentas de inovação tecnológica no setor financeiro, além de saber como elas podem trazer diferentes vantagens. É fato que cada vez mais é necessário utilizar a tecnologia para aprimorar a gestão, já que seus instrumentos oferecem rapidez e praticidade em várias atividades complexas e que demandam muito tempo.

Se você gostou do nosso texto, não esqueça de compartilhá-lo em suas redes sociais para que mais pessoas entendam do assunto!



Deixe uma resposta