Descubra o que é e como calcular o ROI da sua empresa!

Sabemos que nos tempos atuais, em que crises econômicas, inadimplências e outras incertezas assombram praticamente todas as empresas do mercado, conseguir separar capital para investir em qualquer parte do negócio é uma tarefa árdua. Em momentos como este, todo e qualquer recurso deve ser utilizado com bastante cautela. Afinal de contas, qualquer passo em falso pode resultar em perdas graves ao caixa.

Diante dessa situação, como saber que aquela quantia que você investiu em ações de marketing ou em alguma aplicação financeira está dando o retorno almejado pela sua empresa? A resposta para essa pergunta está no ROI. Quer saber o que é ROI e entender como esse indicador pode auxiliar a gestão financeira do seu empreendimento? Então acompanhe a leitura do artigo!

O que é ROI?

ROI é uma sigla utilizada para os termos em inglês “Return On Investment” que, na tradução literal, significa “Retorno Sobre o Investimento”. Como o próprio nome diz, esse indicador foi desenvolvido para identificar qual é o lucro ou o prejuízo relacionado a uma determinada aplicação de recursos.

Essa métrica pode ser utilizada tanto para investimentos em aplicações financeiras tradicionais, como compra de imóveis, ações ou títulos públicos, quanto para qualquer outro tipo de decisão tomada na esperança de que haja algum retorno financeiro subsequente.

No que diz respeito ao ambiente empresarial, o ROI pode ser utilizado para mensurar os retornos gerados por ações de marketing, mídias pagas, novos softwares, treinamentos de funcionários e diversos outros aspectos.

Dessa forma, ao utilizar o ROI, um bom gestor financeiro vai poder ter os insights necessários para saber quais investimentos valem ou não a pena manter, além de otimizar aqueles que já estejam trazendo resultados positivos à empresa e cortar os que pouco trazem retornos às operações da companhia.

Quais são as informações utilizadas no cálculo do ROI?

O ROI utiliza alguns dados simples que, sozinhos, pouco são capazes de produzir informações úteis aos gestores. São eles: receita total e o valor do investimento. Ao observar esses dados separadamente, eles não traduzem praticamente nada.

A receita demonstra o quanto de dinheiro entrou no caixa da empresa, enquanto os investimentos representam a saída de recursos destinados a algum tipo de melhoria na companhia. Entretanto, ao uni-los em uma única fórmula de cálculo, o cenário muda de figura. O ROI utiliza as variáveis em uma só equação cujo resultado representa a eficiência ou ineficácia dos investimentos realizados.

A fórmula de cálculo é simples. Basta subtrair o valor da receita total pelo valor investido e o resultado, por sua vez, deve ser divido pelo valor investido. Caso queira obter o ROI em porcentagem, o valor final deve ser multiplicado por 100.

Para exemplificar, imagine que a sua empresa investiu R$ 50.000 em links patrocinados em um site de buscas. Por meio desse investimento, a sua companhia obteve uma receita de R$ 85.000.

Trazendo os valores para a fórmula, temos: (R$ 85.000 – R$ 50.000) / R$ 50.000 = 0,70. Logo, o retorno sobre o investimento foi 0,7, ou 70%. De posse desse número, um gestor poderá comparar o retorno obtido com outras aplicações, o que vai proporcionar informações relevantes para a tomada de decisões.

Por que o ROI é importante dentro de uma empresa?

Nos dias de hoje, nos quais a competição é cada vez mais acirrada no mercado, a mensuração de dados financeiros se tornou um fator estratégico essencial para qualquer tipo de negócio. Afinal de contas, todo investimento é feito na esperança de gerar algum tipo de retorno.

Se não for possível mensurar a efetividade das ações da empresa, o sucesso fica cada vez mais distante. Nesse sentido, o ROI é importante para garantir que tudo que foi feito está saindo como o planejado e também apontar as melhorias necessárias.

Além disso, por meio de dados reais e concretos como o ROI, você será capaz de provar a sua eficiência e a capacidade que tem de gerar resultados para o empreendimento. De posse dessas informações, você tem uma excelente vantagem para atrair novos negócios e investimentos para a sua companhia.

Um bom gestor sabe bem que podem existir diversas oportunidades e projetos simultâneos. Apesar disso, alguns deles devem ter prioridades sobre outros e uma das maneiras de verificar qual é a operação mais vantajosa naquele momento é o ROI.

Como um software de gestão pode otimizar o ROI?

Os gestores precisam estar preparados para a transformação digital. Na atualidade, não há como manter um empreendimento sólido e competitivo sem utilizar os benefícios que a tecnologia proporciona. Contratar um software de gestão nem sempre é uma decisão fácil e, na maioria das vezes, requer uma análise bastante aprofundada sobre quais são os objetivos e metas almejadas com a adoção do novo sistema.

No entanto, ao analisar os benefícios que podem ser gerados pela implementação de ferramentas tecnológicas de gestão, fica claro como elas são capazes de otimizar o ROI da sua empresa. Afinal de contas, o papel do software é gerenciar e unificar todo as áreas da empresa, além de fornecer base para as tomadas de decisão, padronizar o trabalho, otimizar processos e aprimorar a gestão financeira e o controle de tarefas.

Definitivamente, essas vantagens são capazes de trazer retornos financeiros bem maiores do que a quantia que será investida na implementação. Sendo assim, fica evidente que uma boa ferramenta de gestão é capaz de aumentar significativamente o ROI da sua empresa.

Se você chegou até aqui, provavelmente já entendeu qual é a sua importância do ROI dentro da análise de um investimento, seja ele qual for. Além disso, também descobriu como fazer para calcular essa métrica fundamental na hora de avaliar o retorno do capital aplicado.

Por isso, não deixe os preciosos recursos da sua empresa à deriva. Invista em um software de gestão e utilize o ROI a fim de ter à sua disposição a precisão necessária para avaliar o retorno dos investimentos realizados pela sua companhia.

Gostou do nosso artigo e conseguiu aprender o que é ROI? Então confira agora este artigo e aprenda a reduzir a inadimplência da sua empresa com pequenas mudanças!



Deixe uma resposta