Como montar um plano de ação para a cobrança da sua empresa?

Clientes inadimplentes uma hora ou outra aparecem entre o grupo de consumidores do seu negócio. Seja porque são pessoas que já têm o hábito de terem dívidas ou por algum problema financeiro, a empresa precisa lidar com a existência desse tipo de comprador. Algumas medidas a fim de controlar essa taxa, como o plano de ação para a cobrança, são fundamentais para manter a saúde financeira do empreendimento. 

A grande questão é: como fazer isso corretamente? Para mostrar que não é uma estratégia complexa, neste texto, apresentaremos algumas dicas de como é possível criar o seu plano e controlar o índice de clientes inadimplentes. Continue a leitura e entenda.

Saiba qual é a importância do plano de ação para a cobrança

Ter clientes endividados é um tipo de problema que nenhum empreendedor quer. Eles acabam prejudicando não só o rendimento atual do negócio, mas também a possível concretização do planejamento.

Não é à toa que diferentes estratégias são elaboradas com a intenção de proporcionar a diminuição do número de consumidores nessa situação. Aliás, ter um padrão inadimplente ocorrendo no negócio pode ser não só um sinal de que há problemas financeiros, como que a empresa está perdendo consumidores.

O plano de ação para a cobrança vem justamente para controlar essa taxa, além de trazer a chance de descobrir o que a empresa está fazendo de errado para não conseguir o pagamento no momento certo, permitindo a implementação de mudanças em sua abordagem.

Conheça 4 dicas para fazer o seu plano de ação

Como vimos no tópico anterior, o plano de ação para cobrança é uma estratégia que pode nortear a empresa em relação aos clientes inadimplentes. Contudo, ele não pode ser feito de qualquer maneira: existem algumas atividades cruciais para que o plano se concretize perfeitamente. Vamos entender mais a seguir.

Faça análise de crédito

Essa é mais uma ação preventiva, pois visa checar o desempenho para pagamentos de seus potenciais clientes. Para isso, existem alguns serviços de análise de crédito que podem ser contratados e que informam os principais dados do consumidor, principalmente se ele tem dívidas em aberto, se tem o costume de pagar em dia etc.

Você pode entrar em contato com empresas de proteção ao crédito, como SPC, Serasa, Boa Vista SCPC, que oferecem pacotes e, por meio do CPF, trazem informações de seu banco de dados sobre determinada pessoa. Assim, é possível se precaver, principalmente se for uma negociação que envolve altos valores, avaliando se vale ou não a pena correr esse risco.

Foque o pós-venda

Desenvolver táticas junto a sua equipe de atendimento para lidar com os clientes depois de fechar a compra é o foco nesse momento. Ela é uma estratégia que ajuda a reduzir a inadimplência porque tende a criar procedimentos para lembrar o consumidor. 

Por exemplo, podem ser feitas as seguintes ações: realizar uma pesquisa de satisfação, perguntar se ele gosta do atendimento, se tem alguma sugestão, quais condições de pagamento são as melhores para ele, se há alguma dúvida etc.

É uma boa técnica para relembrá-lo do vencimento sem deixá-lo constrangido, mostrando que as opiniões dele são importantes.

Realize cobranças pré-vencimento

Outra ideia é, antes de as faturas vencerem, a equipe de atendimento entrar em contato com os consumidores. Dessa vez, o objetivo é ser um pouco mais direto (sempre com gentileza) sobre o débito, mas também tentar descobrir se ele terá condições de pagar. Mande e-mails avisando que faltam poucos dias para a fatura vencer ou perguntando se ele recebeu o boleto que vencerá em alguns dias.

É um bom método para a empresa descobrir se há algum problema de comunicação com o consumidor. Também pode antecipar algum tipo de reclamação sobre não ter recebido nenhum boleto, evitando o atraso da fatura por causa de falta de informação.

Implemente etapas de cobrança

Essa estratégia deve ser trabalhada junto ao tópico anterior com o objetivo de reduzir a inadimplência do seu negócio. É uma espécie de guia para que sua equipe de cobrança possa ser mais efetiva. Ela proporcionará mais organização nas iniciativas e os contatos com os consumidores não prejudicarão a relação com a empresa. Consiste em quatro etapas:

  • primeira etapa: aqui, será feito o primeiro contato, em que, após a comprovação do atraso, é enviada uma carta ou feito um telefonema. Atenção: a comunicação deve ser a mais educada e gentil possível, pois é o início e não há a necessidade de pressioná-lo. É um bom momento para saber se existe a intenção de pagar a dívida. Se sim, já é possível firmar um acordo;
  • segunda etapa: caso se confirme que não haverá pagamento, a empresa tenta um novo contato, dessa vez um pouco mais enfática em descobrir se o cliente não quer fazer uma negociação. Aproveite o momento para informá-lo que há a possibilidade de registrar o seu nome nos órgãos de proteção ao crédito;
  • terceira etapa: caso não haja nenhuma solução, o empreendimento já pode tomar as medidas cabíveis, ou seja, registrar o nome do cliente nos serviços de proteção ao crédito e enviar uma notificação extrajudicial para ele;
  • quarta etapa: na última fase, a dívida é protestada ou a empresa vai até os órgãos legislativos de pequenas causas para efetuar a cobrança ao cliente.

Em todas as etapas, o ideal é que o funcionário encarregado seja bem-treinado para entrar em contato com o cliente da melhor maneira possível. 

As estratégias para lidar com clientes inadimplentes são várias. Apresentamos uma que pode auxiliar na organização de cada passo em uma cobrança. Porém, esse é um tipo de plano que, sem profissionais adequados, é muito difícil obter sucesso. É preciso ter um setor de atendimento especializado para lidar com esses clientes. 

Como sabemos que isso nem sempre é fácil e, em muitos casos, o empreendimento nem possui um setor específico para a cobrança, destacamos a importância de terceirizar esse serviço a fim de conseguir um atendimento personalizado, profissionais capacitados e que saberão como reagir em cada fase. 

Se você está procurando uma empresa que possa ajudar, a Global Soluções Financeiras será sua parceira ideal para implementar um plano de ação de cobrança, além de ter todo o apoio jurídico necessário. Entre em contato agora e fale conosco!



Deixe uma resposta