Relatórios gerenciais: uma ferramenta estratégica para o seu negócio

No dia a dia corrido de uma empresa, lidar com todas as operações e, ainda, monitorar o desempenho financeiro e operacional são tarefas que exigem grandes esforços da gestão. Sem dúvida, uma das melhores maneiras de conseguir essa proeza é a elaboração de relatórios gerenciais.

Trata-se de documentos elaborados a partir dos principais dados do negócio e que servem como guia para entender o que está errado e como é possível melhorar. Sendo assim, uma empresa que não utiliza essas ferramentas está fadada a não crescer de forma segura e saudável. 

Você provavelmente já se perguntou como pode melhorar a produtividade dos seus funcionários. Pois bem, com um relatório de produtividade, por exemplo, é possível entender o que está impedido os colaboradores de obter um melhor desempenho.

Logo, conhecer os principais aspectos desse recurso é fundamental. Por isso, nesse texto, vamos apresentar alguns dos principais relatórios gerenciais. Confira! 

Qual é a importância dos relatórios gerenciais para a tomada de decisão?

De maneira geral, os relatórios gerenciais são documentos em que as informações são coletadas e organizadas com o objetivo de formar um balanço sobre o negócio. Eles são a fonte de dados úteis e confiáveis não só para os gestores, como também para os membros da administração.

Além disso, em termos de transformações, os relatórios são responsáveis por ajudar a gestão a identificar quais estratégias estão erradas e o que fazer para aproveitar as oportunidades. 

Portanto, podemos dizer que esse documento tem dois papéis principais:  

  • internamente: auxiliar e orientar a empresa a atingir cada vez mais os seus objetivos, tanto financeiros, operacionais quanto de investimento;
  • externamente: ao buscar investimentos de instituições financeiras, um empreendimento precisa apresentar documentos que comprovem sua capacidade de crescimento e ser um negócio confiável. 

Quais são os indicadores para os relatórios gerenciais?

Dentro de cada tipo de relatório, é possível encontrar elementos que servem como parâmetros para entender a situação da empresa. Conhecidos como indicadores, eles são fundamentais para que o gestor capture dados específicos da empresa; aliás, é importante não confundir indicadores com métricas. 

As métricas representam as informações brutas, que podem ser: número de faturas enviadas, o ticket médio, taxa de conversão, ciclo de vendas, entre outros.  

Sendo assim, entre os indicadores para o sucesso da empresa encontramos:

  • lucratividade;
  • margem operacional;
  • custo de aquisição de clientes;
  • taxa de cancelamento.

Quais são os relatórios fundamentais para que a empresa acompanhe seus resultados?

Neste tópico, separamos alguns dos principais relatórios: documentos fundamentais para que a empresa não só se conheça, mas descubra se suas ações estão trazendo resultados. Vamos saber quais são eles?

DRE – Demonstração de Resultado do Exercício

Esse é um dos principais relatórios produzidos geralmente pelo setor de contabilidade da empresa. A elaboração é obrigatória e deve abranger os períodos entre janeiro e dezembro. O seu objetivo é detalhar as principais informações sobre os ganhos ou prejuízos líquidos e, para isso, são feitas comparações das receitas, custos e despesas. 

Basicamente, ele é um resumo financeiro das atividades operacionais e não operacionais do negócio. Ele também pode ser feito a cada mês ou trimestre, dependendo da necessidade da empresa.  

Balanço patrimonial

Com um grau técnico maior, esse é um relatório feito junto ao setor da contabilidade. Nesse documento, são registradas todas as transferências financeiras que ocorreram em uma determinada data. É possível encontrar nesse relatório as informações sobre os ativos, passivos e também o patrimônio líquido. 

Relatórios Financeiros

Os relatórios financeiros fazem parte da série de documentos que ajudam a empresa a entender se ela tem condições de se manter saudável. É neles que estão informações sobre o desempenho financeiro do negócio e, por isso, contém dados como custos obrigatórios, rendimentos, patrimônio da empresa, entre outros. Para a sua composição, não é incomum utilizarem algumas métricas como ROI

Relatório de Produtividade

Esse é um relatório voltado para o que acontece no setor operacional da empresa. É um documento que contém informações importantes sobre o desempenho dos funcionários e como eles estão executando suas tarefas. 

Para a empresa, as vantagens de elaborar esse tipo de relatório é poder medir o nível de qualidade dos serviços, além de conseguir saber quais funcionários estão se destacando. A gestão pode utilizar essas informações para implementar estratégias de engajamento e motivação.  

Relatório de satisfação do cliente

É fundamental para o negócio ter uma perspectiva da aceitação de seus clientes, e o relatório de satisfação é um documento que pode fornecer esse tipo de informação. Dessa forma, ele é estruturado a partir de pesquisas com os consumidores, nas quais são colocadas as impressões sobre os produtos ou serviços/atendimento. 

Esse tipo de relatório também fornece dicas daquilo que acham que poderia ser melhorado. Assim, a gestão consegue desenvolver medidas para o aperfeiçoamento daquilo que produz.  

Como elaborar relatórios gerenciais?

Apesar de alguns modelos exigirem um conhecimento mais técnico para a sua elaboração, com certa complexidade, há relatórios mais simplificados que, com os dados corretos, podem ser feitos por qualquer pessoa. 

O primeiro passo, é coletar todas as informações que farão parte do documento, ou seja, os dados brutos. Por exemplo, no caso do relatório financeiro, serão reunidos os dados sobre as transações e atividades do negócio. Depois, é a hora de definir qual será o indicador analisado e as métricas que farão parte dessa avaliação. E, por fim, organizar e registrar tudo no documento. 

Em um primeiro momento, a gerência pode até querer utilizar ferramentas mais simples, como planilhas. Porém, à medida que o fluxo de dados aumenta e se tornam mais complexos, o ideal é utilizar um programa de gestão, além de contar com a ajuda de profissionais especializados em soluções financeiras para a elaboração correta.  

Assim, descrevemos a importância de utilizar relatórios gerenciais para compreender as operações do negócio e se as estratégias escolhidas estão trazendo os resultados esperados. Não se esqueça de que a coleta de dados é a principal base para fazer bons relatórios e que uma maneira de conseguir elaborá-los da forma correta é contratando serviços de soluções financeiras. 

Gostou de conhecer alguns dos principais relatórios gerenciais? Está precisando de ajuda para elaborar esses importantes documentos para entender o seu negócio? Entre em contato com a gente, temos profissionais prontos para ajudar! 



Deixe uma resposta