Como lidar com a taxa de inadimplência no seu negócio?

O número de inadimplentes no Brasil tem crescido nos últimos anos — tanto que acabamos de atingir a marca de 63 milhões de pessoas nessa situação, ou seja, uma parte significativa dos consumidores.

Para o empreendedor, isso representa um sério risco aos seus negócios, principalmente quando pensamos na influência que ter cada vez mais compradores incapazes de lidar com seus débitos pode causar na taxa de inadimplência da empresa.

Você sabe o que é essa taxa? Sabia que ela pode ajudar a empresa a perceber quando as dívidas dos consumidores estão passando seus rendimentos? Pois bem, vamos explicar o que ela é, como calculá-la e formas de diminuí-la. Boa leitura!

O que é a taxa de inadimplência?

Trata-se basicamente do não pagamento no vencimento. Sendo assim, ao realizar uma compra a prazo e não pagá-la, o cliente se torna inadimplente. Nesse contexto, a taxa de inadimplência é, basicamente, a porcentagem de rendimentos que são equivalentes aos débitos em atraso que o empreendimento tem.

É muito importante para o negócio ter essa medida controlada, pois a falta de pagamento de clientes pode causar sérios problemas ao fluxo de caixa. Afinal, sem esse retorno financeiro, o comércio não tem condições de arcar com suas próprias despesas.

Com a falta de dinheiro, já que não há pagamento pelos seus serviços, o empreendimento enfrenta a desorganização do seu planejamento financeiro, atrasos para pagar seus custos de funcionamento (manutenção, fornecedores, funcionários etc.) e diminuição de investimentos.

Como calcular a taxa de inadimplência?

A fórmula para calcular essa taxa é bastante simples. Em primeiro lugar, é preciso conhecer todos os valores relacionados às dívidas que os clientes têm com a empresa em um período de inadimplência — há negócios que consideram como inadimplentes os consumidores que estão atrasados há 3 meses.

Depois, dividir esse valor por quanto foi faturado no mesmo número de dias e multiplicar por 100. Sendo assim, a operação fica: inadimplência = débitos atrasados/ faturamento = resultado X 100. Vamos acompanhar um exemplo.

Imagine uma loja de peças de carro que, no mês de agosto, teve R$ 70 mil em pagamentos atrasados. No mesmo período, ela conseguiu faturar cerca de R$ 150 mil. Então, nesse caso, a sua taxa de inadimplência é:

70.000 / 150.000 = 0,46 x 100 = 46% de taxa de inadimplência.

Como diminuir a inadimplência em sua empresa?

Agora que você já sabe o que é taxa de inadimplência e como calculá-la, confira algumas dicas de como pode lidar com os clientes inadimplentes a fim de diminuí-la.

Mensure as dívidas

É muito importante ter estratégias que facilitem a medição do número de inadimplência do seu negócio. Mais do que obter números, aconselhamos ter o hábito de acompanhar, pelo menos, semanalmente esses valores. Nesse caso, é bom analisar tanto o volume quanto qual é o total de clientes nessa situação.

Essa será uma ótima oportunidade para tentar entender por que isso está acontecendo e onde o seu negócio está errando. Por exemplo, com essa mensuração, você pode começar a aprofundar sua pesquisa, descobrindo se são débitos ligados ao mesmo produto ou serviço, quanto tempo as dívidas costumam durar etc.

Facilite a área de cobrança

Principalmente se sua empresa possui um site, é fundamental que a área de cobrança de sua home page seja prática e intuitiva. O cliente não pode ter dificuldades para acessar boletos ou para saber sobre seus débitos. Além disso, a página deve facilitar a resolução de problemas com o seu cadastro ou com as compras rapidamente, sem a necessidade de entrar em contato por telefone com a empresa.

Alguns recursos que a página pode disponibilizar são: alteração das formas de pagamento, consulta de faturas em aberto e anteriores já pagas, produtos comprados, entrar em contato com o financeiro, entre outros.

Boleto inteligente

A facilidade ao emitir um boleto pode ajudar e muito que o cliente pague os seus débitos. Mais do que gerar esse documento, a empresa precisa de um sistema capaz de fornecê-lo atualizado, ou seja, já com as multas e juros por atraso.

Pense no trabalho do consumidor que se verá obrigado a entrar em contato com o financeiro para pedir outro boleto. Por isso, o recurso que chamamos de boleto inteligente é capaz de computar os valores automaticamente assim que é gerado um novo documento, evitando a obrigação de entrar em contato com o setor financeiro.

Utilize um sistema de gestão

Sistemas de gestão, como os ERPs (Enterprise Resource Planning), são muito utilizados para organizar os processos do negócio. A facilidade de integração que esses programas oferecem aos departamentos da empresa facilita que muitas atividades sejam feitas em apenas um lugar.

No caso dos débitos, esses sistemas podem ajudar a mensurar e a monitorar os números de clientes inadimplentes em tempo real, auxiliando a categorizar seus consumidores e, inclusive, a definir melhores datas para os vencimentos.

Conte com uma empresa especializada em cobrança

Uma das principais vantagens de se contratar uma empresa que seja especializada em cobrança é a possibilidade de obter um trabalho profissional. Esse tipo de serviço conta com especialistas que serão capazes de entrar em contato com os seus clientes inadimplentes e resolver a situação da melhor forma possível.

Além disso, muitas dessas empresas têm toda a estrutura para auxiliar o negócio e desenvolver estratégias, como a criação de réguas de cobrança, meios para entrar em contato (telefone, SMS, e-mail, apps de mensagens) etc. Dessa forma, o empreendedor pode cuidar das atividades de seu negócio e deixar a inadimplência para quem realmente entende do assunto. 

Falamos até agora sobre a taxa de inadimplência e como você pode calculá-la. Tenha consciência de que essa medida é apenas uma parte das estratégias para poder controlar melhor o índice de clientes inadimplentes. Ainda são necessários investimentos em outras ações para conter esse número, como mensuração das dívidas, simplificação do sistema de cobrança e a contratação de uma empresa especializada.

Gostou deste texto sobre a taxa de inadimplência? Então, continue aprendendo e acesse o nosso texto sobre como reduzir a falta de pagamento!



Deixe uma resposta